Batom vermelho, como usar?

20 Jul

O batom sempre foi a primeira opção das mulheres para colorir os lábios – até aparecer o gloss e quase arrasar com esse império, que vem sendo construído desde o Egito antigo. Agora, estamos no momento pós-gloss, da boca nude, apagada, mate. O fato é que essa sequência gloss-boca nude fez com que muitas mulheres se desacostumassem do batom que tem cara de batom e aparece no rosto.

Mas… o dito cujo está voltando, e o medo terá que ser vencido. Especialmente porque a coqueluche do retorno é a boca vermelha, que está em todo canto. Revistas como Vogue e Harper’s Bazaar inglesa fizeram matéria sobre o assunto. Na mesma Bazaar, garotas-referência (as it girls) fazem suas listas com os elementos do momento. E o batom vermelho está em todas. Assim como está também nos tapetes vermelhos, nas passarelas e nos editoriais de moda mais incríveis. 

Depois de um verão em que arriscou-se o batom laranja – que apesar de lindo, não fez sucesso com as mulheres – a boca vermelha em todas as suas variações de tom, do tomate ao vinho, promete ser a maquiagem do inverno, ao lado do delineador e dos cabelos com ondas à la Verônica Lake.

O que você precisa saber para usar batom vermelho? A repórter incorporou o visual boca vermelha para tentar descobrir tudo que está por trás – da escolha da cor até quando retocar. De quebra, testou vários produtos, que estão na galeria. As conclusões:

. Todo mundo diz, de cara: “não fico bem de batom vermelho”. Só que a grande maioria nunca sequer experimentou (incursões no banheiro da mãe aos 9 anos não contam). O primeiro passo para dominar o visual é simples: experimente, mesmo que no conforto do seu lar.

.
Passada a barreira da experimentação, o segundo desafio é ficar de batom. Pode acreditar: na primeira passada no espelho, você vai levar um susto, pensará “estou ridícula” e vai querer tirar.

.
Quando estiver acostumada com sua nova persona, saia na rua. Muitos (e muitas) vão olhar para você como se fosse um ET, mas ignore e continue.

.
Comentários vão acontecer. Eles podem ser bons ou ruins. No primeiro caso, agradeça e sorria. No segundo, ignore com um ar superior e não se abale – essa pessoa provavelmente não entende nada de maquiagem!

.
Você vai precisar de um kit básico de sobrevivência, composto do batom que está usando, para retoques eventuais, e de um espelho, para checar se o retoque é necessário. Para aplicar, recorra ao pincel de boca: ele dá mais precisão. Também vale suavizar o contorno com os dedos, se preferir um look mais despretensioso.

.
Comer pode ser um desafio. O máximo que dá para fazer é criar uma pequena barreira passando a língua sobre os lábios. Aí coma sem medo e depois, retoque!

.
Para comprar a cor certa: existe uma regrinha que diz que quem tem a pele “fria” deve optar por batons com fundo rosa ou azul e quem tem a pele “quente” deve investir nos que têm fundo amarelo ou laranja. Para saber se você é quente ou fria: olhe as veias do seu pulso. Se elas forem esverdeadas você é quente, se forem azuladas, é fria. Vale pedir ajuda na loja, mas no fim das contas, o espelho que dirá se está bom ou não.

. Pode até parecer que usar batom vibrante exige todo um make elaborado. Mas no dia-a-dia o que importa mesmo é a pele bem-feita e um pouco de rímel. Só o batom já dá o impacto necessário – e chega a ser prático.

Fonte: Chic

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: